terça-feira, janeiro 22, 2008

Promotora diz que demolição do interior do Bolhão é uma "inevitabilidade"



Como em tudo na vida, há aspectos positivos e negativos nesta proposta.

Como positivo, aponto a ideia de aproveitar parte do interior do Bolhão para restauração e serviços. No entanto acho que está a ocupar demasiado espaço face ao mercado tradicional. Finalmente, considero muito "estranho" permitir habitação no edifício do Bolhão. A Câmara vai vender esse espaço? Vai dar de mão beijada esses m2 ao promotor?


Foto retirada do site Jornalismo Porto Net

1 comentário:

alfacinha disse...

Li com consternação o seu artigo sobre o mercado de bolhão. Visitei-o no mês passado e estava encantado pelos cubículos cheios de mercadorias da terra portuense. Adorei os talhos com aqueles pratos que transbordam de salsichas tão fresca e ainda fumigando, e, o cheiro que o pão dava na padaria estimulou o meu apetite. As muitas flores e as tendas carregadas com condimentos de todos os cantos do mundo davam cor ao mercado mas sobretudo as pessoas que trabalham neste mercado têm roubado o meu coração e merecem todo o meu respeito. Claro um saneamento do equipamento fica necessário mas com salvação das estruturas e carácter desse mercado popular. O mercado de bolhão é o letreiro da cidade do Porto, assim como a ponte Luís e todas as outras curiosidades peculiares que o Porto tem.
Cumprimentos de Antuérpia
http://blog.seniorennet.be/lisboa